Arquivo Público Municipal é fonte de pesquisa para estudantes


A documentação histórica do Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho foi conhecida pelos alunos do primeiro período de História da Universidade Federal Fluminense (UFF), na tarde desta terça-feira (28). Na oportunidade, o gerente do espaço, Carlos Freitas, explicou as formas que o acervo pode ser utilizado pelos estudantes como fonte de pesquisa. 

Além dos documentos, os alunos puderam visitar duas exposições temporárias que estão no local: "Povoado, Vila e Cidade" e "Os índios através dos Registros oficiais". As visitas podem ser agendadas pelo telefone 98806-7129. As exposições prosseguem até o final maio.

Administrado pela Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, o Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho é referência na restauração de documentos históricos no interior do Estado e se destaca na preservação de acervos importantes para a construção histórica do município.

O espaço, que fica localizado na Estrada Sérgio Vianna Barroso, 3060, Tocos, funciona de segunda a sexta, das 9h às 16h.

As atividades foram consideradas modelo entre todos os projetos apresentados no I Simpósio Íbero-Americano sobre Patrimônio Educacional e Educação Patrimonial, realizado em maio do ano passado, na cidade do México. O espaço segue as normas do Conselho Nacional de Arquivos (Conarq) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), além de ser representado por seu gerente, Carlos Freitas, na Comissão Memória do Mundo - Brasil - da Unesco. 

De acordo com Freitas, o espaço funciona normalmente para serviço interno. As visitas e pesquisas devem ser previamente agendadas pelo telefone 98806-7129.

Sem comentários:

Enviar um comentário